Vereadores votam pela cassação de Abílio e Junior e sessão é marcada por gritos e atraso

O vereador disse que irá recorrer
Caçassão abilio

Por: Esportes & Noticias

Em reunião tumultuada, o vereadores que compõe a Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Cuiabá votaram pela cassação do vereador Abílio Júnior (PSC). O parlamentar é acusado de quebra de decoro e abuso de prerrogativa.

Marcada para as 7 h desta quarta-feira (12), a sessão começou com quase 2h de atraso porque Vinícius Hugney teve um compromisso inadiável e não chegou a tempo.

Os objetos analisados pelos vereadores são um vídeo no qual Abílio diz que é ameaçado de morte pelos colegas de parlamento e a invasão ao Hospital Municipal São Benedito. Na ocasião ele teria coagido servidores para acessar documentos que foram usados na Comissão

Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó, que resultou na prisão do ex-secretario de Saúde, Huark Douglas.

O relator do processo Ricardo Saad (PSDB) deu parecer favorável ao afastamento do vereador. Toninho de Souza (PSD) e Vinícius Hugney (Progressistas) acompanharam o relator.

Agora, o parecer segue para a Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR) e depois para julgamento em Plenário.

Abilio recebeu com revolta a decisão e houve bate boca na sessão. Ele diz que não foi convocado para a reunião e que há muitos vícios do processo.

A defesa afirma que irá protocolar recurso para anular o processo.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também