Sem candidatos a presidência, Luverdense pode abandonar o futebol

“O Luverdense não é meu, não é da minha família. É da sociedade de nossa cidade. Todos precisam estar unidos, ajudara para que possamos voltar a ser grande e retornar para a Série B. Se continuar deste jeito não tenho dívidas de que vamos fechar as portas”, ameaça.
helmute_lawisch

Por Esportes e Notícias

Guilherme Lawich recusou a presidência do Luverdense horas antes da eleição que aconteceria neste sábado. Não houve nenhum outro interessado em assumir a agremiação e o atual comandante, que fica no cargo até o dia 31 ameaça fechar as portas do clube.

A eleição no Luverdense estava marcada para sábado. Na cidade, o comentário era de que o filho do atual presidente Helmute Lawisch assumiria a presidência, já que seu pai não pode mais comandar o time, por determinação da legislação esportiva. Acontece que pouco antes do pleito começar, Guilherme retirou sua candidatura, na esperança de ver o clube nas mãos de outros dirigentes, não ligados à família. “Não deu certo. Ninguém aceitou o desafio.

A falta de interessados no comando de um dos principais times de Mato Grosso e a grande potência do Nortão do Estado levou o atual presidente a reclamar da situação em que o Luverdense vive no momento. Segundo ele, poucas são as pessoas que realmente ajudam o clube. “Não passa de seis. Muito gente fala muito, mas na hora de ajudar ninguém ajuda”, desabafou.

Irritado com a situação, Helmut disse que espera nesta nova semana a formação de uma chapa de interessados a comandar o Luverdense nos próximos dois anos. Ele diz que é preciso a sociedade de Lucas o Rio Verde se unir em torno do clube. “O Luverdense não é meu, não é da minha família. É da sociedade de nossa cidade. Todos precisam estar unidos, ajudara para que possamos voltar a ser grande e retornar para a Série B. Se continuar deste jeito não tenho dívidas de que vamos fechar as portas”, ameaça.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também