Renato Milagres e Dora Rosa participam de grande roda de samba neste sábado (29) em Cuiabá

A roda de samba será em homenagem ao cantor e compositor Erielson Marques e reunirá dezenas de sambistas locais no Boteco da Orla
Dora Rosa e Renato milagres

O sambista carioca Renato Milagres e a cuiabana Dora Rosa, que também mora no Rio de Janeiro (RJ), participam de uma grande roda de samba no próximo sábado (29.06) em Cuiabá (MT), a partir das 19h, em homenagem ao cantor e compositor mato-grossense Erielson Marques, autor de “Eu vou estar por aí”. O cenário será o Boteco da Orla, no tradicional e boêmio bairro do Porto.

Pela quinta vez em Cuiabá, Renato Milagres já se sente em casa na Capital mato-grossense. Vai cantar ao lado da sambista Dora Rosa, com quem também divide rodas de samba no Rio de Janeiro, em homenagem ao aniversariante Erielson Marques.

“A gente sempre recebe o carinho do povo cuiabano,e será uma honra participar de mais uma roda de samba, principalmente capitaneada por Erielson Marques e  Dora Rosa”, ressalta o sambista, destacando o carinho e amizade que hoje também tem com outros compositores locais”.

Milagres cantará em Cuiabá o samba “Reciprocidade”, com produção de Vitor de Souza, lançada em todas as plataformas digitais na última sexta-feira, 21 de junho. “A música é um trabalho novo que estamos fazendo e que compus em parceria com Waltis Zacarias e Márcio Ricardo”.

Renato ainda vai interpretar músicas do seu primeiro disco, que teve produção do Leandro Sapucahy, e traz faixas do seu tio Zeca Pagodinho, Hélio de La Penha (Caceta e Planeta), e da nova geração do samba como Juninho Thybau, Raul de Caprio, João Martins, Fred Camacho, Leandro Fregonesi, além de cantar outros grandes mestres do samba.

Dora segue divulgando seu álbum Vento Bom, que traz onze faixas e tem a produção assinada pelo mestre Wanderson Martins, instrumentista que há mais de 20 anos acompanha o grande sambista Martinho da Vila, e de seu filho João Martins, multi-instrumentista, cantor e compositor. Vento Bom traz em seu repertório canções que vão do partido alto, ao romântico e ao afoxé.

Em Cuiabá, seu repertório vai evidenciar  mulheres que fizeram e fazem história no samba como Clementina Jovelina, Beth Carvalho, Leci Brandão e Alcione.

“Estamos no cenário nacional do samba com nossos artistas, cantores e compositores, que ajudam a manter a cultura do samba raiz. Vai ser uma honra retornar à Cuiabá, minha terra natal, onde nasci e me criei, ao lado dos meus amigos Renato Milagres e Erielson Marques, que plantam a semente do samba dando bons frutos à nova geração”, frisa Dora Rosa.

Sobre Erielson Marques

Erielson Maques, cuiabano de tchapa e cruz, foi introduzido no samba há cerca de 20 anos quando entrou para o bloco Banana da Terra, do bairro Araés, onde contou com o incentivo de amigos como Mestre Nêgo, Whashington Félix, Professor Cleiton e Mestre Gudo, entre outros.

Começou tocando tamborim na bateria, aprendeu a tocar cavaquinho com Whashington Félix, e acabou virando intérprete e compositor do bloco, que por cinco anos foi campeão invicto do carnaval cuiabano.

Lançou seu CD com a participação de Toninho Gerais, Renato Milagres e Vadinho da Mangueira. “Sigo sempre influenciado por grandes nomes do samba, como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Diogo Nogueira, o próprio Renato Milagres e tantos outros do samba de raiz”.

Sobre este sábado, no Boteco da Orla, Erielson já prevê que será uma super roda de samba. “A Dora é minha amiga, já fizemos muito samba juntos, e não poderia ficar de fora desta festa. O Renato Milagres já conheço há algum tempo, e só a meu convite já é a quarta vez que vem à Cuiabá. Gosto muito dele, gente muito boa, além de muito talentoso,  e gravou comigo o meu primeiro disco. Já é uma tradição. Se não é o Renato Milagres é o Juninho Thybau que vem para o meu aniversário”. 

A roda ainda contará com a participação dos melhores sambistas de Cuiabá que se juntarão a nova geração do Rio de Janeiro.

Eu vou estar por aí

Uma música roubou a cena do CD gravado por Erielson Marques. É  “Eu vou estar por aí”, que fez em homenagem a sua esposa Geovana Pedrolo. 

“Quando a conheci eu já era da noite e Geovana não conhecia esse meu lado mais boêmio. Aí ela disse que não daria certa a relação por eu ser um cara da noite. Então, fiz essa música pra ela: “Eu vou estar por aí, fazendo samba no morro, no asfalto, se eu canto se eu bebo se eu fumo minha parcela de culpa eu assumo, mas não vem me maltratar, desmerecer, pois quando um dia você me perder…”.

“E por incrível que pareça, eu não apostava muito nesta música por ser comercial, mas ela acabou roubando a cena do CD e minha esposa ganhando uma música em sua homenagem”.

Serviço:

O quê: Roda de samba em Cuiabá com Renato Milagres, Dora Rosa e Erielson Marques
Quando: 29.06.2019

Local: Boteco da Orla, bairro do Porto

Horário: A partir das 19h
Ingressos: R$ 20,00 e serão vendidos na hora do evento.

Informações: (65) 9642-0299 / Tia Leia

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também