Recurso de Selma contra cassação será julgado nesta terça-feira pelo TSE

Como candidata do PSL e tendo o apoio do então candidato a presidente Jair Bolsonaro, que também já deixou o partido, Selma Arruda conseguiu se eleger com 678.542 votos e erguendo a bandeira contra a corrupção
Selma Arruda senadora.

Por Esportes e Notícias

A senadora Selma Arruda (Podemos) terá uma segunda-feira, 3 de dezembro, de muita expectativa e apreensão. É que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai ouvir todas as partes envolvidos no processo que envolve sua cassação como senadora, onde perdeu para o Tribunal Regional Eleitoral de Mato  Grosso por 7 a 0. Selma é acusada de gastos anteriores ao período eleitoral da eleição de 2018.  Ela entrou com recurso que será julgado nesta terça-feira

Na sentença, a senador é acusada de ter contratado  serviços publicitários antes do período autorizado pela legislação. A senadora nega qualquer irregularidade quando era candidata pelo PSL.

Para esta terça-feira foram intimados pelo TSE o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), os suplentes de Selma, Gilberto Eglair Possamai e Clerie Fabiana Mendes, além do ex-candidato ao senado Sebastião Carvalho (Rede) que vão prestar depoimentos.

na, além de ter tido a fama de levar para a cadeia personalidades da política mato-grossense como o ex-governador Silval Barbosa e o ex-presidente da Assembleia Legislativa José Geraldo Riva.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também