CUIABÁ
01 de maro de 2021 - 05:38

Prefeito de Sinop cobra reabertura de 10 leitos para covid-19 no município

Dos 10 leitos de UTIs em funcionamento no Hospital Regional, oito estão ocupados. Desde o início da pandemia 198 pessoas morreram em decorrência de covid-19
Dorner

Por: Esportes & Notícias

A prefeitura de Sinop (503 quilômetros ao norte de Cuiabá) divulgou na noite desta terça-fetira (19), novo boletim mostrando que o município já contabiliza 27 internações com diagnóstico positivo para covid-19. Deste total, 8 pacientes estão em leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional. Outros três na rede particular.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, sete pacientes estão em enfermarias públicas e nove em leitos particulares. Entre os 90 casos considerados suspeitos, há três internados. Desde o início da pandemia, 158 pessoas das 10,7 mil que pegaram covid-19, morreram por complicações da doença. Até agora, 10 mil pacientes se recuperam e 316 continuam em isolamento social.

A situação levou o prefeito da cidade, Roberto Dorner, a pedir apoio ao senador Carlos Fávero (PSD) para que ele interviesse junto ao governo do estado visando a reabertura de 10 leitos de UTIs no Hospital Regional fechados após a primeira onda do covid-19.

“Estamos com todos os leitos praticamente lotados. Vimos batalhando para que o governo reabra os leitos de UTI que foram fechados e, agora, isso foi confirmado para os próximos 10 a 20 dias”, explicou o prefeito após a reunião com Fávero e o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Na última semana, o Governo do Estado já havia publicado chamamento público para contratação de uma empresa para prestação dos serviços. O investimento ficará a cargo do estado.

Início da gestão

Dorner, que assumiu a prefeitura em 1° de janeiro, disse que encontrou uma prefeitura aparentemente equilibrada.

“Estamos com poucos dias de trabalho e ainda não pudemos observar tudo a fundo, mas aparentemente (o município) está bem. A gente ainda não sabe o que está à pagar, mas aparentemente está tudo regular”, explicou o gestor.

Sobre o apoio político dos parlamentares da região, o prefeito informou que espera que “não façam politicagem” e que todos trabalhem pelo bem do município.

“A eleição acabou dia 15 de novembro. Da minha parte não há politicagem, nunca haverá. Quem quiser ajudar o município será bem -vindo”, concluiu.

 

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também