CUIABÁ

PDT pode seguir com Mauro se o governador for à reeleição, mas cobra ‘mais atenção’ ao servidor

O partido comandado em Mato Grosso pelo deputado Allan Kardec aposta em Ciro Gomes para presidente e acha que isso pode beneficiar o governador

publicidade

As articulações político-partidárias continuam a todo vapor. Afinal, 2022 é ano eleitoral. Milhares e brasileiros vão às urnas escolher deputados estaduais e federais, governadores, senadores e o presidente da República. Em Mato Grosso, a movimentação é grande. Toda roda de conversa acaba em política.

O PDT, do deputado estadual Allan Kardec, por exemplo, tem articulado chapas proporcionais e já declarou intenção de seguir com o governador Mauro Mendes (DEM), mantendo-se na base, caso ele confirme interesse na disputa. Mas, tem uma condição: Mauro precisa “olhar com mais carinho” para os servidores públicos. Afinal, Kardec, presidente estadual da sigla, é servidor de carreira da educação.

“É provável que o PDT tenha a possibilidade de seguir com o Mauro, mas nós temos pautas muito ligadas ao serviço público. Sou servidor. Temos muita força na Baixada Cuiabana, vice-prefeito, vereadores atuantes. Caso o Mauro venha à reeleição, precisa sentar com o PDT e alinhar”, disse o deputado.

Vale ressaltar que em 2018, o partido indicou o vice-governador do estado, Otaviano Pivetta, hoje sem partido.

Na majoritária nacional, a tendência da sigla é fugir da chamada ‘federação partidária’; ferramenta aprovada pelo Congresso no ano passado, onde siglas de mesma ideologia podem concorrer juntas numa mesma eleição sem a partição de partidos de outros segmentos, como ocorre nas coligações.

O PDT terá Ciro Gomes novamente como candidato à presidência da República. O objetivo é fugir da polarização que envolve Lula e Jair Bolsonaro. Para Kardec, esta opção pode trazer algum benefício à candidatura de Mauro Mendes.

“Acho que isso pode ser uma certa vantagem para o Mauro. […] Uma terceira via atraí o voto de quem não vai brigar muito pelo presidente da República e sim por quem está pensando em Mato Grosso. […] Acredito que o Ciro seria uma grande opção para o governador apoiar”, completou.

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade