Pai bate carro em capivara e filha de nove anos morre na BR-163

Caso chama atenção porque o pai da vítima não teve ferimentos grave e ficou com a menina nos braços por 20 e minutos no colo e ninguém parou para ajudar. Até passar policiais de Guarantã que levaram as vítimas ao hospital
carro_capivara

Por Esportes & Notícias

Uma colisão entre um veículo utilitário e uma capivara resultou na morte de uma criança de nove anos, na cidade de Itaúba (distante 600km de Cuiabá). De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro capotou e parou na ribanceira da BR-163.

Segudo os policiais, três pessoas estavam dentro do carro, sendo o pai e seus dois filhos. A criança mais nova, um menino de cinco anos, está internado em estado grave por conta de lesões provocadas pelo acidente.

Conforme apurado pela reportagem, o acidente foi registrado por volta das 13h de sexta-feira (16). O que chamou atenção nessa ocorrência é que mesmo após a colisão, o pai ficou com a criança nos braços à beira da rodovia por cerca de 20 minutos pedindo ajuda, mas ninguém parou para prestar socorro e a criança faleceu.

De acordo com o portal Só Notícias, policiais de Guarantã do Norte que retornavam para Cuiabá passaram pelo trecho minutos após o acidente e prestaram socorro às vítimas, encaminhando-as ao hospital.

“Encontramos o pai das vítimas com uma delas, no colo, e a outra com uma terceira pessoa. Fizemos o socorro imediato, colocamos na viatura e seguimos ao hospital com as duas crianças e o pai, que está bem, mas bastante abalado”, apontou o investigador Everton Henrique da Silva ao portal Só Notícias.

Imagens do acidente mostram o carro dentro de uma região de mata, com a parte frontal parcialmente destruída. O pai das crianças passa bem e não há informações sobre o estado clínico do menino de cinco anos.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também