CUIABÁ

Operação prende doze membros de facções criminosas em Cáceres

As forças de segurança de Cáceres ainda continuam intensificando a busca a mais suspeitos no decorrer do dia

publicidade

As Forças de Segurança de prenderam 12 integrantes de facções criminosas, além de armas e drogas em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá).

Conforme boletim de ocorrência, a operação da Força-tarefa, ocorreu na noite de segunda-feira (24). Onze membros de duas facções do Comando Vermelho e PCC  foram presos.

As ações foram realizadas em diversos bairros do município, cinco armas foram apreendidas e mais de 18 quilos de entorpecentes.

A Polícia iniciou as investigações após a divulgação de áudios de ameaças entre facções que circulam nas mídias sociais. As ameaças fazem referência a ataques que vêm ocorrendo na região.

Em posse dos suspeitos foram encontrados vasto armamento, além de muita droga entre cocaína e maconha. 

Durante as buscas foram encontradas atas das reuniões dos membros da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), os suspeitos admitiram que seriam da facção, e que estavam se estabelecendo na cidade.

Em seguida os suspeitos admitiram que as armas seriam usadas por conta da rixa com a facção criminosa do Comando Vermelho e indicaram um segundo local onde mais armas e entorpecentes estavam escondidos.

A  Operação Asfixia cumpriu mandados judiciais contra pessoas investigadas pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, entre outros delitos ocorridos no município.

Doze pessoas foram presas em flagrante, sendo que contra três delas também foram cumpridos mandados de prisão. Todos são investigados por crimes ocorridos no município, entre eles, o que vitimou o soldado do Exército, Thiago de Brito Almeida, de 19 anos, ocorrido no último sábado.

As forças de segurança apreeenderam até o momento, durante as buscas, 14 tabletes de maconha, porções individuais de entorpecentes, cinco armas de fogo, munições e um veículo.

A operação conta com a participação do 6a Comando da Polícia Militar, Exército Brasileiro, Polícia Federal, Gaeco, Gefron, Corpo de Bombeiros e das unidades da Polícia Civil – Delegacia de Cáceres, Defron, Gerência de Operações Especiais e Gerência de Combate ao Crime Organizado.

De acordo com o delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, todos os presos nesta terça-feira têm passagens criminais e são ligados a facção criminosa. “Os materiais apreendidos, como as armas e o veículo, provavelmente são os mesmos utilizados na prática dos crimes”, explicou.

Os investigados serão autuados em flagrante por associação criminosa, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação está em andamento e as forças de segurança continuam com o cumprimento de mandados de buscas em diversos pontos da cidade.

Homicídio

O soldado Thiago Almeida foi alvejado por disparos de arma de fogo, na noite do último sábado (22.01), em uma praça do bairro Cohab Nova, em Cáceres. Conforme a apuração da Polícia Civil, cinco ocupantes de um veículo Corsa preto dispararam contra a vítima. Na quadra de esportes da praça foram localizadas cápsulas de arma de calibre 9mm.

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade