“O povo está cansado de conversa fiada”, afirma Roberto França que ganho apoio do DEM

Questionado sobre a rejeição registrada em pesquisa feita entre a população sobre os candidatos ao Palácio Alencastro, França encara com naturalizada os números.
roberto_françacandidato

Por Esportes & Notícias

O ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França (Patriota) quer retornar ao Palácio Alencastro e foi oficializada sua candidatura na noite desta terça-feira (14). O vice é o vereador Marcelo Bussiki (PSB). O comunicador defende uma campanha de propostas simples e que serão cumpridas. “O povo está cansado de falsas promessas e conversa fiada”. Ainda destaca que quer relembrar os eleitores mais jovens das ações, principalmente sociais, dos 8 anos de gestão no Executivo municipal.

Questionado sobre a rejeição registrada em pesquisa feita entre a população sobre os candidatos ao Palácio Alencastro, França encara com naturalizada os números.

“Que candidato que não tem rejeição? A minha é menor que a do atual prefeito. É natural que haja rejeição após 8 anos. Não dá terminar duas gestões agradando gregos e troianos”, argumenta.
O candidato conta com o apoio do governador, Mauro Mendes (DEM), aliados. Ele reconhece que essa aliança é muito importante e externa sua gratidão. Ele carrega a bandeira do presidente Jair Bolsonaro na campanha e conta com incentivo dele em caso de segundo turno. “No primeiro turno ele disse que não ia apoiar ninguém”.

Além desses, Roberto França já ligou pessoalmente para alguns partidos pedindo apoio à sua candidatura.

Antes mesmo do resultado de primeiro turno, França afirma que ele e o vereador e candidato Abílio Junior (Podemos) já combinaram: um vai apoiar o outro em caso de segundo turno.
O Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) foi tema central de eleições passadas. Questionado sobre sua opinião diante da obra inacabada, França assegura que quer terminar o transporte.

“Já foram gastos mais de R$ 1 bilhão no VLT. Não pode jogar esse dinheiro no lixo. Na minha gestão, cheguei a ir ao Rio de Janeiro me encontrar com chineses para tentar trazer o VLT, logo depois veio a copa e ele virou projeto da copa”, explica.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também