O clamor das ruas!

WhatsApp Image 2019-03-28 at 09.56.47

Vivemos hoje em nosso país, uma ruptura política com transição, rumo a uma sociedade justa e igualitária. O papel do parlamentar perante a sociedade, não se limita ou se restringe, apenas e tão somente em: propor, emendar, alterar, revogar, e derrogar leis estaduais.

Na condição de deputado estadual, criei a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa S/A. Na ultima terça-feira dia (15) no Plenário das Deliberações da Assembleia Legislativa (ALMT) onde aconteceu o amplo debate mediante audiência pública.

A mesma aconteceu de forma democrática, na qual os seguimentos organizados envolvidos  no processo tiveram voz e vez.

As falas foram contundentes, a superintendente do Procon de Mato Grosso   Gisela Simona, relatou informações inerentes às reclamações chamando a atenção para  péssima qualidade dos serviços prestados pela Concessionária, segundo ela, é extremamente prejudicial ao consumidor.

Segundo a mesma, em 2018 o Procon de Mato Grosso recebeu 5.787 reclamações sobre energia elétrica e mais 4.749 por cobranças abusivas. Neste ano, até setembro foram registradas 4.828 reclamações  sobre energia e mais de 4.023 sobre cobranças indevidas e abusivas.

Da mesma forma, Dillon Caporossi, presidente do Sindicato dos Urbanitários de Mato Grosso – Stiu/MT destacou os inúmeros problemas relacionados à Energisa.

O mesmo fez uma denúncia contundente ao lembrar que uma indústria em Várzea Grande ficou sem energia devido ao temporal ocorrido no último fim de semana, e a concessionária não resolveu em tempo hábil o restabelecimento de energia. Questionou a redução do efetivo e que os poucos trabalhadores que atendem a grande demanda, são ameaçados.

Obviamente, a fala do diretor-presidente da Energisa (S/A), Riberto José Barbanera, não poderia ser diferente, teria que salvaguardar e blindar a empresa Concessionaria de Energia.

Ele diz “desde que assumi o controle da energia em Mato Grosso, o Grupo Energisa investiu em melhorias da qualidade do serviço prestado no valor de R$ 3,5 bilhões de 2012 a 2019”.

Diante das inúmeras reclamações e denúncias contra a referida concessionária de distribuição de energia elétrica.

Na condição de proponente da referida (CPI) da Energisa, acionei meu competente gabinete, pedindo que fosse confeccionado um formulário, através do qual fosse feita uma enquete, com quatro perguntas aos consumidores, sobre os serviços prestados pela referida empresa.

1ª pergunta: Você é a favor da CPI da Energisa? 2ª pergunta: Sua conta de energia teve aumento nesses últimos 03 meses? 3ª pergunta: Os serviços da Energisa são satisfatórios? 4ª e última pergunta: O que você acha dos serviços de Atendimento prestado pela Energisa-SAC?

Obviamente, esta pesquisa de opinião pública foi feita através de amostragem, num primeiro momento pesquisamos os bairros: Planalto, Altos da Serra, Altos da Serra II, Novo Horizonte. O resultado obtido é alarmante, o grau de insatisfação e revolta da população é algo imensurável.

O cair é do homem, o levantar é de Deus!

Elizeu Nascimento é deputado estadual

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também