MPMT recomenda regularização de prédio da Biblioteca Pública Estadual

a regularização da edificação onde funciona a Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça (Palácio da Instrução) junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, para obtenção do Alvará de Proteção contra Incêndio e Pânico, no prazo máximo de 45 dias.
Reprodução
Reprodução

O Ministério Público de Mato Grosso notificou o secretário de Estado de Cultura, Allan Kardec Pinto Acosta Benitez, para que promova a regularização da edificação onde funciona a Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça (Palácio da Instrução) junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, para obtenção do Alvará de Proteção contra Incêndio e Pânico, no prazo máximo de 45 dias. Emitida pela 8ª Promotoria de Justiça Cível, a notificação recomenda ainda que seja comprovado, em até 30 dias, as providências iniciais tomadas para a eficiente e urgente solução das irregularidades apontadas.

A notificação recomendatória foi baseada na informação prestada pelo CBPM-MT a respeito da inexistência de Processo de Segurança contra Incêndio e Pânico aprovado, e do Alvará de Segurança contra Incêndio e Pânico (ASCIP) do prédio onde se situa a biblioteca. Dessa forma, o MPMT considerou a necessidade de assegurar e proteger o acervo literário histórico-cultural grande importância para o Estado, principalmente por se tratar de materiais altamente inflamáveis que demandam fiscalização constante, e de salvaguardar a vida das pessoas que por ali transitam.

Conforme o promotor de Justiça Miguel Slhessarenko Junior, a ausência de informações no prazo estipulado será interpretada como descumprimento deliberado das recomendações, bem como o não acolhimento da notificação implicará na adoção das medidas judiciais cabíveis.

Histórico – Em dezembro de 2015, o Ministério Público firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Secretaria de Estado de Cultura para reabertura e funcionamento da Biblioteca Estadual Estevão de Mendonça junto ao Centro Cultural Casa Barão. De acordo com o documento, a biblioteca deveria ser reaberta no centro cultural até julho de 2017, quando a reforma do prédio fosse finalizada. Enquanto isso, ela deveria ser reativada, provisoriamente em março de 2016 – no aniversário de 104 anos, no Palácio da Instrução.

Em 2018, a Secretaria de Estado de Cultura informou não ser possível realocar a biblioteca em razão de impasses quanto à documentação da Casa Barão (Termo de Cessão de Uso), solicitando a repactuação do acordo para a manutenção da unidade no Palácio da Instrução.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também