CUIABÁ

Membro de facção invade casa e estupra mulher por cerca de 3 horas em Sinop

A Delegacia da Polícia Civil de Sinop recebeu o registro da ocorrência, no início da manhã desta sexta-feira
estupro

publicidade

Uma jovem de 22 anos foi vítima de estupro por cerca de três horas, em sua própria casa, no bairro Jardim Umuarama, em Sinop (500 km a Norte de Cuiabá).

 Conforme boletim de ocorrência, a vítima estava sozinha com o filho na residências ambos dormindo na residência, momento que ela se levantou para ir ao banheiro por volta das 3 horas da madrugada, desta sexta-feira (14), quando retornava para o quarto, flagrou um homem dentro de sua casa, 

Ainda segundo o relato, o homem estava armado e mandou-a colocar o filho para dormir. Depois, o criminoso mandou que a vítima também se deitasse.

 O acusado procurou por dinheiro na casa, mas não achou. O bandido disse à vítima que do lado de fora da residência, tinha um comparsa esperando por ele na rua de trás, e ambos eram membros da facção Comando Vermelho

Segundo ela, o homem disse ainda que a ordem era para matá-la e pegar o filho dela.

 Ele afirmou ainda que iria sequestrar o filho da vítima se ela contasse para alguém sobre o que disse. Depois disso, a jovem foi estuprada por cerca de três horas.

 O homem saiu da casa depois das 5h30 dizendo que iria viajar, voltaria na próxima quinta-feira e iria à casa dela de novo. A vítima disse aos policiais que não conhece o criminoso, mas que ele disse que a conheceu no posto em que ela trabalha.

 Ele usava um capuz que tampava todo o rosto. Ele disse a ela também que há alguns dias havia entrado na casa para pegar o filho dela, mas o bebê não estava no local.

 Ao final de tudo, o suspeito pediu desculpas por aquilo que estava fazendo, mas que apenas recebia ordens. O caso foi registrado como estupro.

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade