Mauro Delfino César assume a PGJ pelos próximos 30 dias

pgr_mt

Por Esportes & Notícias

O procurador de Justiça Mauro Delfino Cesar assumiu nesta sexta-feira (13), durante solenidade virtual, o cargo de procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Ele assume a função temporariamente, em substituição ao procurador-geral de Justiça José Antônio Borges Pereira, que se afastou das funções por 30 dias para concorrer à reeleição.

Durante a solenidade de transmissão do cargo, José Antônio Borges destacou que a escolha do substituto foi unanimidade no Conselho Superior do Ministério Público. Ressaltou o perfil conciliador de Mauro Delfino Cesar e enfatizou que toda a categoria ficou feliz pela escolha.

“Sempre tranquilo em suas posições e disposto a ajudar, estando em todas as administrações do MP, opinando e ajudando, o procurador de Justiça Mauro Delfino tem o carinho, o respeito e consideração de toda a categoria por sua trajetória profissional. Tenho certeza que fará um excelente trabalho frente à Procuradoria-Geral de Justiça”, afirmou.

A transmissão do cargo foi acompanhada por todos os integrantes da atual gestão. O grupo se colocou à disposição do novo procurador-geral de Justiça e assegurou que oferecerá o suporte necessário para o desenvolvimento dos trabalhos. A partir de segunda-feira, Mauro Delfino deve se reunir com todos os integrantes da equipe para discutir o plano de trabalho para os próximos 30 dias.

O procurador-geral de Justiça em exercício disse que ficou surpreso com a indicação, mas que não poderia negar o convite. Agradeceu ao Conselho Superior do MP pela aprovação do seu nome e afirmou estar tranquilo em relação à nova missão. “Tenho certeza que terei o apoio de toda a equipe da administração. Estamos em período eleitoral, acompanho isso há quase 40 anos, a corrida dos candidatos, depois o resultado e a comemoração. Sempre tivemos excelentes candidatos e o objetivo sempre foi o fortalecimento da instituição”.

Participaram da solenidade o subprocurador-geral de Justiça Jurídico e Institucional, promotor de Justiça Deosdete Cruz Junior; o secretário-geral do Ministério Público, Milton Mattos da Silveira; as promotoras de Justiça auxiliares do PGJ Claire Vogel Dutra e Hellen Uliam Kuriki; a diretora-geral Cláudia Di Giácomo Mariano e a assessora de Procurador, Patricia da Silva Lara Castrillon.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também