Mato Grosso tem redução de 36% no valor da inspeção de carros movidos a gás

O benefício é resultado de um acordo da Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) com o Grupo Seta
gas_veicular

Da Redação

Os proprietários de veículos que possuem o conversor para uso do Gás Natural Veicular (GNV), ou que instalarem o “kit gás”, poderão inspecionar o veículo com redução de até 36% no valor cobrado pelo serviço. O preço promocional é válido até o final de 2020. Com o desconto, tanto a inspeção de rotina, como a primeira vistoria custarão R$ 350.

Antes do desconto o valor praticado era de R$ 550 para a primeira inspeção de instalação, e R$ 450 para a vistoria periódica. A inspeção veicular é um procedimento anual e obrigatório que checa a conservação e o funcionamento dos veículos e avalia se atende aos regulamentos técnicos.

O benefício é resultado de um acordo da Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) com o Grupo Seta, que atua em Mato Grosso licenciado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e licenciada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

“Entendemos que a redução do preço é importante para estimular os motoristas da Baixada Cuiabana a utilizarem o GNV, que está disponível no mercado desde o ano passado. Este é o resultado na articulação que estamos fazendo com empresas para fomentar o mercado do gás natural”, explica o presidente da MT Gás, Rafael Reis.

O desconto deve beneficiar principalmente os motoristas de aplicativos e taxistas, que diante da recessão econômica por conta da pandemia do novo coronavirus, estavam sem condições de renovar a licença e rodar utilizando o combustível.

O presidente da MT Gás destaca ainda que a empresa pública também atua para estimular a abertura de empresas que instalam o conversor nos carros, com o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento para a demanda, e também propiciar a qualidade dos serviços e a concorrência.

Conforme o diretor da Seta, Vitor Martins, além de garantir a segurança do cidadão e a qualidade do equipamento e da instalação, o selo da inspeção é importante pois é exigido para o abastecimento do veículo no posto de combustível. A inspeção também deve estar em dia para não ter problemas com a fiscalização em blitz, por exemplo.

“Acreditamos que através das ações que o Estado está tomando teremos uma retomada do mercado do gás. Estamos vendo uma perspectiva muito positiva, pois sabemos que não vai faltar o combustível, e o próprio Estado está estruturando o segmento. Achamos por bem reduzir o valor para estimular a população a ter acesso ao gás”, explica.

Inspeção veicular obrigatória

A inspeção veicular é feita para avaliar a situação do veículo, e no caso de veículos modificados, que possuem o conversor para uso do GNV instalado, é verificada também a certificação do equipamento e o credenciamento do instalador junto aos órgãos reguladores.

Os veículos devem ser inspecionados obrigatoriamente assim que for feita a conversão, e como medida preventiva, a cada 12 meses. A vistoria está prevista nos artigos 104 e 106 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também