Ladrões de carros são rastreado por celular e acabam presos no bairro Planalto

Um dos bandidos disse que parte do material estava na casa de seu pai, e que o carro fora abandonado em uma rua atrás do terminal do bairro CPA 3.
produto_roubo

Por Esportes & Notícias

Três bandidos, entre 18 e 36 anos vão passar uma temporada atrás das grades. Eles roubaram dois carros e esqueceram o celular de uma das vítima em um dos veículos. O aparelho tinha rastreador e uma equipe da Rotam os encontrou prendendo em flagrante, após intensa perseguição.

Os bandidos roubaram um carro Ford K branco, no bairro Planalto. O proprietário do veículo acionou a Polícia Militar e informou que foi parado por uma moto com dois homens, sendo que um lhe mostrou uma arma e mandou descer, indo em seguida até o veículo. Ele ainda exigiu que a vítima entregasse o celular, que tem rastreador. Ficou fácil a localização de onde estavam os bandidos, no bairro Planalto.

Os policiais foram até o local, onde viram dois homens em atitude suspeita. Os homens fugiram quando viram a viatura. O suspeito de 18 anos foi alcançado, e em sua cintura foi encontrado um revólver calibre 38, com cinco munições intactas.

Os policiais perguntaram se ele participou do roubo, e ele respondeu que apenas pilotou a moto. Também disse que parte do material estava na casa de seu pai, e que o carro fora abandonado em uma rua atrás do terminal do bairro CPA 3.

Na casa, a Rotam encontrou o segundo suspeito, de 38 anos. Ele autorizou a entrada dos policiais em sua casa, e dentro dela estavam todos os materiais roubados. Os policiais ainda foram até o terminal do CPA 3, onde encontraram o carro.

Durante a ocorrência, chegou a informação para as equipes de que o outro suspeito, de 36 anos, se encontrava monitorado por tornozeleira eletrônica. A equipe solicitou informações do setor de monitoramento da Sesp, e assim conseguiu encontra-lo no Cinturão Verde no bairro Pedra 90. Ele estava em um veículo Onix, de cor prata, e ao observar a aproximação da viatura, desceu do veículo e correu para sua residência jogando algo para dentro da casa, pela janela.

Foi feita a revista pessoal, mas nada foi encontrado. Logo depois, os policiais viram que o que ele havia jogado era um revólver calibre 38, marca taurus, com três munições intactas e uma picotada.
O suspeito de 18 anos tinha passagens por roubo e tentativa de homicídio. O de 38 anos, por roubo homicídio e furto. E o de 36 anos, por roubo e furto.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também