Júlio Campos confirma que convenção do DEM será dia 25 de julho, majoritária definida

Julio Campos casad

Por: Esportes & Noticias

Depois do deputado Zeca Viana (PDT) ter revelado que o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta estaria perto de desistir de sua candidatura ao Governo do Estado para ser vice na chapa do Democrata Mauro Mendes, ex-prefeito de Cuiabá, agora é a vez de um dos principais caciques do DEM, o ex-governador Júlio José de Campos, confirmar que a dobradinha deverá mesmo se repetir nas eleições deste ano. Ele foram candidatos ao governo em 2010, quando perderam para o ex-governador Silval Barbosa.

Integrante da alta cúpula do partido, ao lado de seu irmão, o também ex-governador Jayme Campos, Júlio Campos disse que as negociações para a formação da chapa majoritária estão bem avançadas e confirmou que o deputado federal Adilson Sachetti (PRB), com a benção do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e por estar em um partido que terá um bom tempo de publicidade politica na televisão e deverá ser o segundo nome na disputa ao Senado Federal – o primeiro é de Jayme Campos.

“Um dos nomes mais fortes e bem cotados para vice é do Otaviano Pivetta, que fez dobradinha com o Mauro em 2010 na mesma condição. Uma vaga para Senado será de Jayme Campos e a outra, será do PRB, com o Adilton Sachetti, com a possibilidade de Carlos Favaro desistir da senatoria para disputar uma vaga na Câmara Federal. São estas possibilidades que estão sendo conversadas, mas tudo ainda está em fase de negociação. Até o final do mês, serão definidos os nomes que irão para a convenção”, revelou.

O DEM ainda não confirmou oficialmente a data de sua convenção que vai definir oficialmente as chapas majoritária e convencional para o pleito eleitoral, bem como os partidos que vão integrar o grupo de alianças. Entretanto, segundo Júlio Campos, este grande encontro deverá ser realizado no dia 25 de julho.

“Estamos nos articulando para que no dia 25 de julho seja feita a convenção do DEM, quando iremos homologar a candidatura de Mauro Mendes ao Governo e a de Jayme Campos ao Senado, bem como as coligações que iremos fazer. Vamos disponibilizar aos outros partidos o vice-governador, a outra vaga para o Senado e as quatro suplências de senador. Assim estaremos contemplando os aliados e prestigiando várias regiões do Estado”, completou.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Share on whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também