Juiz dá 10 dias para que Bolsonaro comprove ações de combate ao fogo que já dura 3 meses

Magistrado quer comprovação das ações realizadas, além daquelas ordinárias para o período
pantanal-fogo2020-ciclovivo3

Por: Esportes & Notícias

Juiz Raphael Cazelli de Almeida Carvalho, da 8ª Vara Federal Cível, da 1ª Região, deu prazo de 10 dias para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comprove as ações tomadas no combate ao incêndio no Pantanal. A decisão é de domingo (20) e também cita a União e o ministro de Meio Ambiente, Ricardo Sales, como parte acusada.

A ação é movida por uma cidadã que cobra medidas mais enérgicas no combate aos incêndios que assolam o Pantanal mato-grossenses desde julho. Estudos apontam que 10% do bioma já foi consumido pelo fogo.

Na semana passada, o presidente esteve em Sinop, e o avião em que viajava precisou arremeter 3 vezes antes de pousar, por conta das más condições do tempo causadas pela fumaça, que há rompeu fronteiras de Mato Grosso e chegam a outros estados. Apesar de ter passado pelo estado, Bolsonaro não foi à área atingida.

Na decisão, o juiz cita que a União se manifestou nos autos, mas não foi suficiente o material para comprovar que houve ações extras daquelas já realizadas no período de seca na região.

Ainda pontua que o material anexado pela requerente é suficiente para atestas os danos causados, no entanto basta olhar para o céu da capital e ver a fumaça excessiva.

“DEFIRO parcialmente a tutela de urgência pretendida, inaudita altera pars, e determino às partes demandadas a comprovação, nestes autos, de providências extraordinárias e urgentes do combate aos incêndios atuais e de proteção e prevenção ambientais na região do Pantanal brasileiro (além das medidas corriqueiras e ordinárias), no prazo de 10 (dez) dias, sob pena de multa diária no valor de R$ 100.000,00, até o limite de R$ 10.000.000,00”, é a decisão.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também