CUIABÁ
15 de junho de 2021 - 18:16

Jogadores apresentam manifesto, não citam Covid-19 e criticam Conmebol

Atletas convocados publicam manifesto em rede social e dizem que não quiseram tornar discussão “política”. Apesar da insatisfação, jogadores disputarão a competição
seleção_manifestinho

Da Redação \Com G1

Na noite desta terça-feira, depois da vitória sobre o Paraguai, por 2 a 0, os atletas publicaram uma nota conjunta nas redes sociais deles e fizeram críticas à Conmebol.

– Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam elas humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada tardiamente no Chile ou mesmo no Brasil – diz trecho do manifesto.

 

Jogadores da seleção brasileira se manifestam sobre Copa América — Foto: Reprodução

Jogadores da seleção brasileira se manifestam sobre Copa América — Foto: Reprodução

O volante afirmou que todos sabiam qual era a posição dos atletas, mas não quis dizer qual era ela. A justificativa era não perder o foco nos duelos das Eliminatórias.

Nesta terça-feira, depois da vitória sobre o Paraguai, o zagueiro Marquinhos também falou sobre a disputa da Copa América. O defensor reforçou que nenhum jogador disse “não” à seleção brasileira.

– Mas quem falou que o momento era de não jogar (a Copa América)? A gente entende o trabalho de jornalistas e repórteres, mas eles têm que ter muito cuidado com as informações que eles passam, principalmente porque depois a gente é julgado por coisas que não são os fatos verdadeiros. Isso aqui é nosso sonho de criança, estar vestindo a camisa da seleção brasileira. Esse é o nosso orgulho, um dos maiores orgulhos para mim. Em momento algum a gente disse que se recusaria a vestir essa camisa. Temos que ter muito cuidado. A gente respeita muito o trabalho, mas eles não podem afirmar uma coisa assim, onde nem sabem se é verdade ou não – disse Marquinhos.

Apesar do posicionamento contrário à realização da Copa América, os jogadores decidiram, nos últimos dias, que vão disputar a competição.

Confira o texto publicado pelos jogadores da Seleção na íntegra:

“Quando nasce um brasileiro, nasce um torcedor. E para os mais de 200 milhões de torcedores escrevemos essa carta para expor nossa opinião quanto a realização da Copa América.

Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam elas humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada tardiamente no Chile ou mesmo no Brasil.

É importante frisar que em nenhum momento quisemos tornar essa discussão política. Somos conscientes da importância da nossa posição, acompanhamos o que é veiculado pela mídia mídia estamos presentes nas redes sociais. Nos manifestamos, também, para evitar que mais notícias falsas envolvendo nossos nomes circulem à revelia dos fatos verdadeiros.

Por fim, lembramos que somos trabalhadores, profissionais do futebol. Temos uma missão a cumprir com a histórica camisa verde amarela pentacampeã do mundo. Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à Seleção Brasileira.”

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também