Fávaro destaca origem humilde e dispara contra oponente: “quem é Euclides?”

Candidato ao Senado, Fávaro rejeita título de representante do agro e destaca trabalho por todos
convenção_fávaro

Por Esportes & Notícias

Rotulado como candidato do agronegócio, o senador interino, Carlos Fávaro (PSD), afirma que é candidato de todos os setores e de toda a população. Ele tem apoio do governador Mauro Mendes (DEM) na disputa pela vaga deixada pela parlamentar cassada, Selma Arruda (Podemos). A candidatura foi oficializada em convenção realizada na noite desta terça-feira (14).

“Conversei com o governador. Temos esse apoio e estou muito feliz. Vamos continuar trabalhando por Mato Grosso e ajudando o mato-grossense. Vamos trabalhar mais dois mil e poucos dias como senador do estado”, comemorou.

Fávaro foi vice-governador na gestão de Pedro Taques (Solidariedade) e não teme a oposição agora. Para ele, esse o momento de cada um mostrar o fez e a que veio.

“Vou trabalhar e mostrar o que fiz nesses dias como senador, ele que faça o mesmo e teremos a resposta da população. O povo tem mais opção para escolher e ver quem tem mais capacidade para o estado de Mato Grosso”, disparou.

Criticado pelo concorrente Euclides Ribeiro (Avante), Fávaro se limitou a questionar “quem é Euclides?”. O oponente disse que o senador “queimou a largada” por já de promover antes do tempo.

Em entrevista, Fávaro confirmou Margareth Buzetti (PP) como primeiro suplente e José Lacerda (MDB) como segundo suplente.

“Trabalhar e fazer é o que me inspira na vida. Quero estar cercado por pessoas que trabalham e façam acontecer”, destaca.

Questionado se seria o candidato do agro ao Senado, setor que gera maior renda ao Estado, o político desconversa e reafirma legislar para todos os setores. Também enfatiza a origem humilde até chegar ao patamar atual.

“Eu sou candidato de Mato Grosso. O agro é muito importante, mas eu vim de um assentamento da reforma agrária. Tenho orgulho de ser médio produtor, mas vim das pequenas propriedades, de um sítio de 3 alqueires de terra. No meu período como senador já consegui liberar R$ 4,7 milhões e o Estado deu mais R$ 2,8 milhões e conseguimos patrulhas com tratores de primeira linha, grades para atender a agricultura familiar. Eles merecem muita atenção, assim como todas as atividades econômicas. Quero ser o senador de todos os mato-grossenses e de todos os setores”, resume.

Questionado se irá apoiar o candidato do governador Mauro Mendes a prefeitura de Cuiabá, Fávaro diz que vai seguir o que o diretório municipal do PSD orientar.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também