CUIABÁ
19 de outubro de 2021 - 03:49

Empresa de ex-presidente da FIEMT tem contrato vasculhado por suspeita de fraude de R$ 3,3 milhões

Ex-secretários de Administração deverão prestar esclarecimentos a respeito dos indícios de irregularidades
Abaco

Por Esportes & Notícias

A Secretaria de Estado de Gestão instaurou auditoria de Tomada de Contas Especial para investigar um suposto prejuízo aos cofres públicos da ordem de R$ 3,368 milhões. As suspeitas recaem em um Contrato 002/2012/SAD, firmado entre o Estado com a empresa Ábaco Tecnologia da Informação LTDA, do empresário, e ex-presidente da FIEMT (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso), Jandir Milan.

O contrato vigorou de 2012 a 2013 e vigorou na gestão do ex-governador Silva Barbosa. A investigação vai averiguar possíveis irregularidades na prestação de serviços de operacionalização dos sistemas de gestão corporativa, no valor de R$ 2.9 milhões com prazo de vigência de 12 meses, cujo instrumento foi prorrogado por mais 12 meses.

A equipe técnica do TCE identificou irregularidades como imprecisão do relatório de atividades que não continha especificações claras e detalhadas dos serviços prestados, além da ausência de documentos relativos aos funcionários executores de atividades nas dependências da secretaria.

Foram citadosno procedimento o ex-secretário de Administração, César Zilio; ex-secretário-adjunto de Administração do Estado, coronel José de Jesus Nunes Cordeiro; Lenil Kazurior Moribe (representante da empresa Ábaco); e Enilson Martins Oliveira (ex-fiscal do contrato). O despacho publicado no Diário Oficial de Contas (DOC).

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também