CUIABÁ
21 de abril de 2021 - 04:48

DEM deve pensar em fortalecimento próprio e discutir composições no próximo ano, avalia Botelho

Botelho também elogiou a liderança e experiência do ex-governador e atual senador Jayme Campos (DEM)
botelho_mascarado

Por Esportes e Notícias

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), 1º secretário da Assembleia Legislativa (ALMT), avaliou que o partido deve priorizar o fortalecimento neste ano e deixar as possíveis composições com outras siglas partidárias para serem definidas próximo do período eleitoral, em 2022.

Botelho disse que os Democratas aguardam a diminuição de casos de Covid-19 em Cuiabá para promover reunião partidária em junho. Perguntado se para 2022, seria interessante avaliar chapa pura para o Governo do Estado, tendo o companheiro de partido Mauro Mendes como candidato à reeleição, ou buscar coligações com partidos como o MDB, Botelho defendeu o fortalecimento do DEM.

“Isso tudo são conversações que ainda não é o momento, primeiro precisamos pensar em nós, o partido estar forte, ter uma chapa forte de deputado estadual e federal. E, daí sim fazermos as conversações. Evidentemente que precisamos fazer coligações, ter senador, suplentes de senador, governador e vice-governador e daí as composições vão surgir no próximo ano. Não é o momento ainda disso. Primeiro nós temos que estar fortes, e daí fazemos conversação com outros partidos”, afirmou nesta quarta-feira (7).

LIDERANÇA

Botelho também elogiou a liderança e experiência do ex-governador e atual senador Jayme Campos (DEM) e afirmou que na hora certa de conversar sobre política, é preciso unir essa virtude com o trabalho que tem sido feito pelo governador Mauro Mendes.

“Acho que o maior político do DEM é Jayme, porque é ele que conversa mais com os prefeitos, com o pessoal do interior e o governador está mais recolhido na administração, fazendo menos política, mais concentrado na gestão. Mas, acabando um pouco a pandemia, precisamos juntar a experiência e o que o Jayme tem visto e sentido na rua com o que o Mauro tá lá dentro [Da gestão] para chegarmos e fazermos o encaminhamento para as eleições”.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também