Dança das Cadeiras

Uma suposta “dança das cadeiras” está prestes a acontecer na Delegacia Fazendária da Polícia Civil. O diretor-geral da Polícia Civil, Mário Demerval Aravéchia, está decidido a substituir, nos próximos dias, os dois delegados que atuam na Defaz, o titular Anderson Veiga e Lindomar Aparecido Tofoli, que trabalha mais nas investigações de combate à corrupção envolvendo políticos. São fortes os comentários de bastidores de que a decisão partira do próprio Demerval. Estranhamente, as trocas vão ocorrer no momento em que chega à Defaz um boletim de ocorrências assinado por Elizabete de Almeida, que faz acusações sobre negociata entre vereadores e o prefeito Emanuel para cassar o mandato do opositor Abílio, contra quem a Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá abriu investigação por quebra de decoro. Nesse caso, a Defaz entendeu que não caberia investigação. O delegado Eduardo Botelho, que foi da Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) e está na Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), deverá entrar na Defaz no lugar de Anderson.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também