CUIABÁ
05 de dezembro de 2021 - 19:15

Cuiabá não registra nenhuma morte por Covid-19 em 24 horas e Emanuel Pinheiro comemora

“Preservar à vida sempre foi a minha meta. E depois de tanto tempo receber uma notícia que me deixou emocionado, mas sempre alerta de que é preciso que nos mantenhamos vigilantes contra a pandemia”, diz o prefeito
Emanuel Pinheiro

Por Esportes & Notícias

Cuiabá não registrou nenhum óbito por Covid-19 durante toda a sexta-feira. A confirmação foi dada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que baixou novo decreto de biossegurança contra a doença, mantendo as medidas restritivas até 3 de outubro, inclusive com toque de recolher.

O prefeito confirmou que a Secretaria Municipal de Saúde não notificou nenhum óbito em 24 horas e salientou que é uma vitória aos profissionais de saúde da Capital pelo trabalho que vem sendo realizado no combate ao vírus com medidas restritivas e nos hospitais através do tratamento que vem sendo prestado aos pacientes internados com Covid-19.

“Preservar à vida sempre foi a minha meta. E depois de tanto tempo receber uma notícia que me deixou emocionado, mas sempre alerta de que é preciso que nos mantenhamos vigilantes contra a pandemia. Isso é fruto do nosso trabalho sério e comprometido, dos profissionais da saúde, da equipe de gestão da Emanuel Pinheiro, da equipe envolvida na campanha Vacina Cuiabá – Sua Vida em Primeiro Lugar. Seguimos atuantes nesse propósito, de imunizar nossa população”, asseverou. A capital, desde o início da pandemia, registra a perda de 3.455 vidas em razão da Covid-19.

O Decreto 8.618/2021 estabelece a prorrogação das ações aplicadas na Capital por meio do Decreto nº 8.430, de 14 de maio de 2021, considerando o reiterado comprometimento da Administração Pública com a preservação da saúde e bem-estar de toda população cuiabana.

“Art. 1º O artigo 22 do Decreto nº 8.430 de 14 de maio de 2.021, passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 22. As medidas previstas no presente decreto vigorarão do dia 20 de setembro de 2021 ao dia 03 de outubro de 2021, podendo ser objeto de prorrogação ou alteração, considerando o monitoramento da evolução da COVID-19 em nível municipal’, diz o documento. A restrição de locomoção no município de Cuiabá permanece inalterada. O toque de recolher vigora das 2h às 5h.

Veja a íntegra do Decreto:

 

DECRETO Nº 8.618 DE 17 DE SETEMBRO DE 2.021. DISPÕE SOBRE MEDIDAS TEMPORÁRIAS E EMERGENCIAIS VISANDO A PREVENÇÃO DE CONTÁGIO PELO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19), NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

 

O Prefeito Municipal de Cuiabá-MT, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso VI do art. 41 da Lei Orgânica do Município, CONSIDERANDO que o artigo 196 da Constituição Federal reconhece a saúde como um direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação;

CONSIDERANDO o reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde de uma pandemia de COVID-19;

CONSIDERANDO o fato de que o Plano Municipal de Imunização Municipal está em pleno andamento, com o quantitativo de mais de 500.000 (quinhentos mil) doses de vacinas aplicadas1 ;

CONSIDERANDO que atualmente o Município de Cuiabá está inserido no nível de classificação baixo, previsto no Decreto Estadual nº 874 de 25 de março de 2021;

CONSIDERANDO o firme e reiterado comprometimento da Administração Pública com a preservação da saúde e bem-estar de toda população cuiabana;

Decreta:

Art. 1º O artigo 22 do Decreto nº 8.430 de 14 de maio de 2.021, passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 22. As medidas previstas no presente decreto vigorarão do dia 20 de setembro de 2021 ao dia 03 de outubro de 2021, podendo ser objeto de prorrogação ou alteração, considerando o monitoramento da evolução da COVID-19 em nível municipal. Art. 2º O presente Decreto entra em vigor a partir de 20 de setembro de 2021.

 

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também