Contemplados no edital de Literatura Estevão de Mendonça começam a receber premiação

Secel iniciou pagamentos nesta semana. Recursos estão sendo liberados conforme conclusão da formalização da concessão por cada autor premiado.
biblioteca_estev

Da Redação

Dando prosseguimento à promoção do livro e da leitura em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) começou a pagar os premiados no edital de Literatura Estevão de Mendonça. Foram contemplados 30 projetos, sendo 17 obras de literatura, em que constam poesia, prosa, juvenil, infantil e revelação, e mais 13 projetos de fomento à leitura nas categorias de contador de história, mediador de leitura, formação de mediadores e oficina literária.

“Com esse edital, o governo de Mato grosso beneficia a cadeia produtiva da literatura no estado e agora, com a liberação dos recursos para pagamentos, assegura seu cumprimento ainda neste ano, apesar da calamidade pública provocada pela pandemia. É um movimento muito importante que valoriza tanto o escritor quanto o leitor mato-grossense”, destaca o titular da Secel, Alberto Machado.

Cada proponente de obra literária selecionada recebe R$ 30 mil e, para cada um dos contemplados com projetos de fomento à leitura, o valor é de R$ 10 mil, totalizando pouco mais de R$ 600 mil em investimento do Estado. Após o recebimento do recurso financeiro, que está sendo depositado em parcela única, os autores premiados terão 90 dias para executar as ações acordadas em edital.

Para as obras de literatura, as contrapartidas incluem a impressão de, no mínimo, dois mil exemplares e ações de divulgação, com palestra, roda de conversa ou oficina gratuita, em bibliotecas públicas do estado. Já para os projetos de fomento à leitura estão previstas capacitações, mediações e performances que divulguem livros e a cultura popular mato-grossenses.

Os pagamentos estão sendo liberados à medida que os contemplados finalizam o processo de formalização do termo de concessão do auxílio. Suspensa por um breve período logo após a publicação do resultado final devido à pandemia, a formalização inclui a apresentação de documentos e assinatura do autor do projeto.

Cida Rodrigues/Secel-MT

A premiada Paty Wolf assina processo de formalização do edital

Contemplada na categoria revelação com a obra “Como Pássaros em Céu de Aruanda”, a artista visual Paty Wolf, concluiu e assinou a formalização nesta semana. Para ela, a premiação é um estímulo para se aperfeiçoar na trajetória da escrita.

“Quando vi que havia sido selecionada, fiquei super feliz e entendi que estou no caminho, que só preciso me aprimorar, até desandei a fazer cursos de escrita. Eu comecei a escrever com a maternidade há um ano, já tinha vários contos prontos quando o edital saiu, eu só caminhei para melhorar e falei vou participar, vou com tudo”, revela escritora estreante.

Como programado no edital, os recursos foram descentralizados, de modo a garantir também a participação dos municípios do interior do estado na premiação. Além de Cuiabá, os trabalhos contemplados estão distribuídos entre os municípios de Chapada dos Guimarães, Rondonópolis, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda e Barra do Garças.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também