CUIABÁ
21 de abril de 2021 - 03:36

Compra antecipada de kit intubação garante estoque regular nos Hospitais Estaduais de MT

Caroline Dobes, secretária adjunta de Gestão Hospitalar da pasta, diz que a decisão do Governo do Estado em preservar vidas contra a morte foi fundamental para a aquisição de kits intubação para os hospitais regionais.
secretaria_saúde

Por Esportes & Notícias

Se a maioria dos hospitais brasileiros estão sofrendo coma escassez de medicamentos e insumos para o tratamento contra a Covid-19, principalmente nas UTIs, em Mato Grosso nenhum hospital público, gerido pelo Governo do Estado pode reclamar. A Secretaria Estadual de Saúde vem garantindo, mesmo com a dificuldade na aquisição dos produtos, as prateleiras cheias em todas as unidades.

Caroline Dobes, secretária adjunta de Gestão Hospitalar da pasta, diz que a decisão do Governo do Estado em preservar vidas contra a morte foi fundamental para a aquisição de kits intubação para os hospitais regionais. Segundo ela, a previsão era de que a pandemia do coronavírus iria aumentar e, por isso, ainda no ano passado foram feitas compras grandes para manter o estoque estratégico ao pacientes da doença.

“Esses medicamentos são itens que precisam ser usados com bastante controle, mas não estão em falta nos hospitais geridos pelo Estado. Quando falta para as empresas terceirizadas que administram leitos de UTI do Estado, que já têm dificuldade de comprar o composto, a SES empresta o medicamento e garante os itens às terceirizadas mediante devolução assim que realizada a compra”, explica Caroline Dobes.

A gestora conta que o cenário de escassez de medicamento para intubação já era esperado no Brasil desde a alta nas internações por Covid-19, mas ela ressalta que, no momento, as unidades de saúde administradas pelo Estado não correm o risco de desabastecimento.

O diretor do Hospital Regional de Sinop, Jean Carlos Alencar da Silva, que é referência para 14 municípios da região, também enfatiza que os estoques da unidade estão regulares. “Temos ainda nos colocado à disposição das empresas terceirizadas, para atendê-las em situações emergenciais. Nosso hospital tem uma excelente estrutura em termos de suprimentos para atender aos casos de Covid-19”, disse o gestor.

Além de acompanhar o estoque de medicamentos dos Hospitais Regionais, o Governo de Mato Grosso também monitora as UTIs privadas e dos hospitais municipais para ajudar a evitar o desabastecimento no estado.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também