Com ministro da Justiça, Mauro Mendes inaugura raio 6 da Penitenciária Central de Cuiabá

A estrutura de mais de 1.500 metros² teve custo de R$ 9,7 milhões, foi construída em apenas 45 dias e vai aumentar a capacidade da unidade para mais 432 vagas, reduzindo o déficit carcerário.
mauro_inauguracadeia

Por Esportes & Notícias

Acompanhado do ministro da Justiça e Segurança Pública, o governador Mauro Mendes (DEM) inaugurou na manhã desta sexta-feira o raio 6 da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá. A estrutura de mais de 1.500 metros² teve custo de R$ 9,7 milhões, foi construída em apenas 45 dias e vai aumentar a capacidade da unidade para mais 432 vagas, reduzindo o déficit carcerário.

Ao mostrar as dependências do novo raio que terá celas com camas em três andares para atendimentos aos presidiários, Mauro Mendes ressaltou a agilidade do estado na construção de uma ala de segurança máxima e a preocupação em melhorar a qualidade de vida dos reeducandos.

“Um sistema altamente moderno, eficiente, seguro e diminui muito a exigência de agentes prisionais para a execução do trabalho operacional no dia a dia. Nós estamos muito felizes, agradeço a todos que estão nos ajudando”, disse o governador que enfatizou ainda que “estamos fazendo isso, porque estamos convencidos de que se queremos segurança lá fora, o Estado tem que dominar o presídio aqui dentro. Sabemos que durante muitos anos essas unidades foram dominadas por algumas facções criminosas, então estamos fazendo isso, um investimento importante e que vai trazer dignidade também para os nossos reeducandos. É um investimento estratégico, que vai melhorar a segurança lá fora, a partir do momento que o Estado controla o que acontece aqui dentro”, completou.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça destacou que o governo tem defendido a necessidade de busca da eficiência e inovação na administração pública.

“Viemos hoje a Mato Grosso conhecer esse modelo, que de um lado inova e de um outro lado busca essa eficiência almejada, a fim de trazer a segurança pública efetiva para o cidadão, como o próprio governador apontou. Queria registrar que nós estamos aqui para conhecer essas inovações e a partir delas buscar trazer um possível parâmetro para todo o território nacional”, pontuou.

Orçada em R$ 9,7 milhões, a obra é um dos itens para cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e OAB. A construção foi montada por meio de um sistema de pré-moldado e prevê a instalação de portas e travas automatizadas, além de câmeras de monitoramento em cada cela, que inclusive já estão instaladas.

Toda a mão de obra foi feita por cerca de 70 reeducandos da unidade penitenciária.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também