Clima de tensão

Pegou muito mal e foi recebida com muita estranheza o pedido do deputado Dilmar Dal Bosco para que o testemunho do doleiro e delator da Lava Jato, Lúcio Funaro, ocorresse a portas fechadas. A própria testemunha queria falar aos 4 cantos os nomes de números de autores de fraude em Mato Grosso, mas foi impedido por votação dos deputados. Apenas Wilson Santos (PSFB) defendia a transparência, para que o doleiro falasse livremente, mas foi voto vencido. Clima de tensão pairou sobre a Assembleia Legislativa (ALMT), na quinta-feira (19). O que será que os parlamentares tanto temiam? Ou melhor, quem estavam acobertando…

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

TOP VÍDEOS

Veja Também