CUIABÁ
25 de setembro de 2021 - 04:26

Ciuabá prevê concluir vacinação de jovens de 18 a 24 anos em Janeiro de 2022, se não faltarem vacinas

Ainda não há planejamento para o início da aplicação da terceira dose em idosos imunossuprimidos, como autorizado pelo Ministério da Saúde
vacina_astrazenica

Por Esportes & Notícias

A prefeitura de Cuiabá só deve concluir a vacinação dos jovens de 18 a 24 anos em meadados de janeiro do ano que vem.A informação é da gerente da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá, Flávia Guimarães.

A gestora a informou que o planejamento prevê a conclusão da imunização deste grupo com a primeira dose contra a covid-19 em outubro deste ano. Isso, se não houver interrupção no envio das vacinas à capital.

“Se a gente pensar que estamos usando Pfizer, que o intervalo para a segunda dose são 12 semanas, quem tomar a primeira dose agora em setembro, estará recebendo a segunda dose em dezembro. Então se a gente conseguir terminar a vacinação no mês de setembro ou outubro [primeira dose], conseguiremos completar em dezembro ou janeiro com a segunda dose”, explicou.

“Não é possível dizer com clareza qual vai ser o próximo passo (…) com o que nós temos hoje a gente não termina o grupo de 18 a 24, que é em torno de 43 mil pessoas cadastradas. Então, o nosso próximo passo é terminar esse grupo”, completou.

Das 44 mil pessoas que fazem parte deste grupo, 14 mil já receberam a primeira dose. As demais aguardam agendamento.

Grupo de 17 a 18 anos

O próximo grupo a entrar na fila para a primeira dose é formado por adolescentes de 17 a 18 anos. No total, 63 mil pessoas. Todos devem receber o imunizante da Pfizer, único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esta faixa etária.

Dose de reforço

Ainda não há um planejamento por parte da Secretaria de Saúde do município para o início da aplicação da terceira dose em idosos imunossuprimidos, como autorizado pelo Ministério da Saúde.

“A gente não tem como dizer que vamos fazer [a aplicação] sem doses. Porque o que nós temos são para 18 a 24 anos. Nós não recebemos doses para começar a dose de reforço e nós não vamos da d2 e muito menos da d1. Porque a gente tem, que, primeiramente, completar o esquema inicial de todo mundo. Ela vai ser começada [dose de refoFavia rço] quando recebermos doses para essa finalidade”, conclui.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também