Brasileiro conquista bronze inédito na Copa do Mundo de Canoagem

125402

O paulista Pedro Gonçalves, mais conhecido como Pepê, fez história neste sábado (17), ao conquistar a medalha de bronze inédita no K1 (caiaque individual masculino), na etapa da Copa do Mundo de Canoagem, em Tacen, na Eslovênia. Esta é a primeira competição da equipe brasileira, após paralisação das disputas internacionais, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O canoísta fez o tempo de 74,32 segundos, ficando a 0,93 centésimos do primeiro colocado, o sueco Isak Ohrstrom. A prata ficou com o esloveno Peter Krauzer.

Apesar de ter feito a descida mais rápida da prova, na penúltima baliza Pepê sofreu uma penalidade e foi punido com dois segundos a mais. Outro brasileiro, Mathieu Desnocs, também competiu no K1, mas terminou em 17º lugar. 

Em postagem emocionada no Instagram, Pepê, de 26 anos, revelou que a conquista deste sábado (17) é resultado de 11 anos de dedicação. 

“Escrevo esse texto muito emocionado, talvez um cisco entrou no meu olho hehe só eu sei o que eu já passei para hoje dar um passo especial na minha trajetória, são 15 anos de muito trabalho e dedicação. Eu sai de casa com 16 anos em busca de um sonho e de lá pra cá já chorei MUITO amargando provas ruins e resultados que eu queria colocar no lixo, mas passado esses anos fui aprendendo que tudo faz parte da caminhada e do processo pra hoje ele conseguir essa medalha”.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

MINHA PRIMEIRA FINAL EM COPA DO MUNDO, MINHA PRIMEIRA MEDALHA ? Que descida, agressivo do começo ao final e se não fosse uma penalidade de 2 segundos eu ganharia a prova! . Escrevo esse texto muito emocionado, talvez um cisco entrou no meu olho hehe só eu sei o que eu já passei para hoje dar um passo especial na minha trajetória, são 15 anos de muito trabalho e dedicação. Eu sai de casa com 16 anos em busca de um sonho e de lá pra cá já chorei MUITO amargando provas ruins e resultados que eu queria colocar no lixo, mas passado esses anos fui aprendendo que tudo faz parte da caminhada e do processo pra hoje ele conseguir essa medalha. Só eu sei o que já passei nesses anos, todas as coisas que tive que abrir mão pelo esporte que eu amo e eu faria tudo novamente! Ver a bandeira do Brasil tremulando no pódio é algo que me deixa orgulhoso e me faz querer mais e mais. Esse é só o começo do que está por vir, pq agora que cheguei eu não vou mais sair daqui ? Meu muito obrigado a toda torcida, todos que de alguma forma contribuíram para esse sonho se tornar realidade. Obrigado @timebrasil (COB) CBCA e Ministeiro do esporte por todo suporte e condições perfeitas para chegarmos aqui e brigar de igual com os europeus! FOTO @ninajelenc ? #bolsapodio #tokyo2020 @peakukkayaking @galasport_composites @duxnutritionlab @icons.agency @nellsalgado @esportegovbr @rededoesporte

Uma publicação compartilhada por PEPE GONÇALVES (@pepehgoncalves) em 17 de Out, 2020 às 5:49 PDT

A brasileira Ana Sátila também competiu neste sábado (17) no K1 (caiaque individual feminino), mas ficou em novo lugar. Ela entra na água novamente amanhã (18) para disputar a semifinal do C1 (canoa individual feminina). O Brasil terá ainda um outro representante neste domingo na competição: Felipe Borges está na semifinal do C1 (canoa individual masculina).

Ambas as provas terão início às 4h (horário de Brasília) e serão transmitidas ao vivo no Youtube da Federação Internacional de Canoagem.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também