CUIABÁ
15 de janeiro de 2021 - 19:55

Alvo de Flávio é exonerado na Receita em meio à pressão para anular provas

136278


source
Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ)
Waldemir Barreto/Agência Senado

Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ)

O auditor-fiscal Christiano Paes Leme Botelho foi exonerado do posto de chefe do Escritório da Corregedoria da Receita Federal no Rio de Janeiro (Escor07).

Botelho é alvo da defesa do senador  Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), que alega ter indícios de que os dados do senador no caso da suposta rachadinha foram acessados irregularmente.

Os advogados não acusam Botelho pelo acesso, mas levaram o caso ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e à Procuradoria-Geral da República (PGR) alguns casos semelhantes. Todos supostamente envolvem Botelho, o que se apresenta como um possível reforço da tese.As informações são da Folha de São Paulo. 

Botelho era um dos nomes influentes no fisco e permaneceu no cargo de auditor por no mínimo 13 anos, ainda que diferentes gestões tenham dirigido o Escor07.

Para a defesa do senador Flávio Bolsonaro , o Escore07 usava um “manto da invisibilidade”, que seria uma brecha no sistema da Receita Federal que restringe o acesso a consultas feitas por auditores.

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também