CUIABÁ
05 de dezembro de 2021 - 18:51

Agora é ela

*Nestor Fidelis
nestor fidelis

Aproxima-se mais um momento democrático no âmbito da advocacia mato-grossense com a eleição da nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Mato Grosso.

O momento é muito importante e requer responsabilidade e respeito. Embora seja de conhecimento geral que muitos advogados participam de movimentos sociais, defendem causas de interesse coletivo, representam pessoas, empresas, instituições públicas, orientando, esclarecendo, opinando, lutando, enfim, é forçoso reconhecer que cada advogado é um ser único e cada um tem seu estilo de ser, de se comportar e militar, razão pela qual as atitudes de uma minoria não representam a maioria. Isso merece ser considerado por todas as pessoas da sociedade, especialmente por aqueles que não compõe a advocacia (os clientes, as famílias, etc.), tendo-se em vista os últimos fatos lamentáveis e agressivos contra candidatos que estão exercendo o seu direito de serem candidatos, justamente o que a OAB tanto buscou para o Brasil nos anos em que as liberdades democráticas foram tolhidas ou cassadas.

É claro que as manifestações a favor ou contra alguém são livres e salutares no processo democrático, mas a sociedade mato-grossense, que vai muito além da classe dos advogados, esperava e merecia exemplos de luta com dignidade e até polidez. Ela aguardava conduta diferente dessas aberrações sem fundamento usadas para ridicularizar colegas de profissão tão-somente pelo fato de pensarem de modo diverso quanto aos destinos da entidade. Na vida quotidiana combatem-se as “fake news”, desaprovam-se os gracejos baixos comuns pelas pessoas irônicas que não tem argumentos, porém, na eleição da OAB/MT lançaram mão desses expedientes. E no fim da eleição uma chapa será vencedora com a missão de albergar e defender o interesse de todos os advogados.

É aprendido pelo profissional a defender os interesses de seus clientes com galhardia e hombridade, dentro dos limites da ética, conquanto desagradando os interesses de outrem, da parte adversa e até do colega que advoga para ela. Todavia, passada a sessão, ou a audiência, ou seja lá qual ato processual ou extraprocessual em que se atuou, os advogados envolvidos continuam sendo colegas e até amigos, inclusive os candidatos no pleito que se avizinha, podendo vir a trabalharem juntos em causas de quaisquer natureza. Por isso, não vale a pena apelar para baixaria alguma, embora a boca fale do que está cheio o coração. Do mesmo modo, não compensa responder aos ataques menos nobres.

Essa situação faz com que a chapa atacada cresça ainda mais no conceito dos advogados-eleitores que porventura ainda estejam indecisos quanto ao seu voto.

Particularmente, apoio a chapa liderada por Gisela Cardoso e José Carlos Guimarães Júnior, o nosso For. E tenho muitos motivos para isso. Com envolvimento nas eleições da Ordem desde que quando era estagiário e já vivia meus dias de luta na advocacia, naquelas calorentas tardes nas escadas dos fóruns de Cuiabá ou no sofrimento dos cartórios do interior de Mato Grosso, já trabalhei como oposição e situação em diversas eleições. Do mesmo modo, já atuei em diversas comissões temáticas da OAB/MT, estando atualmente em três delas, numa como presidente, sendo lógico concluir que há espaço para todos os que querem somar, trabalhar pelos interesses dos advogados e da sociedade, bastando se apresentar ao trabalho. Nem sempre concordei com decisões administrativas ou outras de efeitos sociais adotadas pela direção da instituição, porém, nem por isso deixei de participar, de opinar e reconheço hoje que a cada gestão a OAB/MT vive desafios diversos e amadurece mais.

Com todo respeito aos que já presidiram a Ordem, Leonardo Campos reúne qualidades múltiplas que o colocam como um presidente, realmente, diferenciado. Mas confio que Gisela e For serão ainda melhores, pois aprenderam com o Léo e tem o seu jeito próprio de ser. Ela, firme, atuante em todos os setores possíveis, esposa, mãe, atleta, gentil, simples, acessível, sensível, traz o toque feminino e encorajador para mulheres e homens que buscam a defesa das prerrogativas profissionais, mas também uma Ordem cada vez mais protagonista na sociedade. Ele, uma referência desde os tempos da Faculdade de Direito, quando já assumia responsabilidades graves em grande escritório, desenvolvendo sua agilidade e cordialidade, sua força e conhecimento técnico que o transformaram num advogado de sucesso em todos os campos e cidades em que milita… isso sem comentar que é um vencedor da vida, tendo neste ano passado semanas intubado e quase desenganado, mas lutou, sobreviveu, fortaleceu a fé e vem somar com Gisela, porque agora é ela!

Que a eleição seja pacífica! Que a classe aprenda com acertos e erros! E que os advogados possam estar mais unidos, usando toda essa energia vista nas últimas semanas não somente no período eleitoral, mas trabalhando juntos, ou mesmo fazendo uma oposição sadia ao longo da gestão.

*Nestor Fidelis é advogado em Cuiabá

Anterior

Próximo

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

*Os comentários abaixo não representam nossa opinião.

SE GOSTOU DESSA, CONFIRA...

Veja Também